Os torneios de artes marciais mais famosos

Os torneios de artes marciais mais famosos são aqueles que, seja pela notoriedade enquanto desporto ou pela qualidade dos participantes, obtêm grande reconhecimento mediático, mesmo entre os menos aficionados. Vejamos agora alguns exemplos dos maiores campeonatos de artes marciais do mundo.

Ultimate Fight Championship (UFC)boxers-652382_960_720

Nascido nos anos 90, este campeonato de Artes Marciais Mistas, ou MMA (“Mixed Martial Arts”) tem vindo a ganhar proeminência e notoriedade nos Estados Unidos e a nível internacional. Ao contrário do que acontece nos campeonatos da WWE (Wrestling), trata-se de uma verdadeira competição, e que pode tornar-se, visualmente, tão ou mais apelativa.

Jogos Olímpicos

As olimpíadas incluem 5 artes marciais: o boxe, a esgrima, o judo, o taekwondo e o wrestling. Para cada uma destas disciplinas, é inevitável que o prestígio e a glória associados à tradição olímpica assegurem que os melhores dos melhores procurem lá estar, de 4 em 4 anos.

Honbasho

O sumo é a arte marcial japonesa famosa pelo facto de os seus lutadores terem, habitualmente, peso acima da média. Não obstante, o desporto provém de uma tradição antiga ligada à religião xintoísta, sendo que os atletas devem manter um estilo de vida altamente regrado. “Honbasho” significa “torneio real”; os torneios oficiais de sumo decorrem 6 vezes por ano, de dois em dois meses.

Campeonato Mundial de Pesos-Pesados de Boxe

Os puristas não reconhecem o boxe como uma “arte marcial”, no sentido em que se trata unicamente de um desporto moderno, não associado a um sistema ou a um conjunto de práticas de luta. Contudo, numa acepção mais aberta do termo, o boxe obriga igualmente o seu praticante a absorver e desenvolver técnicas no sentido de derrotar o adversário. Os combates da categoria máxima do boxe continuam a atrair as atenções do mundo, independentemente das polémicas em que os seus praticantes se vejam envolvidos fora do ringue.