Qualquer pessoa pode aprender artes marciais. Não é necessário ser um super-atleta ou naturalmente predisposto à atividade física, ainda que isso possa ser uma vantagem. O exemplo de Hélio Gracie, que reinventou toda uma tradição marcial de um país que não o seu pMartial-arts-21ara adaptá-la à sua frágil condição física, é talvez o mais célebre. Além disso, artes tão diversas como o krav maga ou o judo são pensadas para que o mais fraco ou mais pequeno possa ter uma vantagem. O mais importante, para quem pretender aprender e desenvolver as suas técnicas numa arte marcial, é fortalecer a mente e com ela dominar o corpo. Veja agora os pontos mais importantes para saber como aprender artes marciais.

Espírito aberto e mentalidade humilde

Aprender implica sempre reconhecer que não se sabe e estar disposto a absorver algo de novo. Não é diferente com as artes marciais; o aluno deve trazer a sua mente predisposta para aprender.

Ter aulas

Podemos aprender imenso em livros ou na internet sobre as diferentes artes marciais, mas a prática, a interação pessoal e a experiência de um bom professor não são substituíveis.

Treinar diariamente

O treino diário é essencial. Qualquer arte marcial exige esforço e determinação. Só com a repetição será possível que o cérebro e os músculos incorporem os ensinamentos, até que se tornem cada vez mais simples e naturais.

Paciência e determinação

Nenhuma arte ou técnica pode ser dominada na perfeição em pouco tempo. Esta é uma lição que a aprendizagem de artes marciais rapidamente ensina aos seus praticantes, mas que se estende a todos os campos de atividade. Cristiano Ronaldo começou a jogar futebol intensivamente entre os 3 e os 4 anos; foi com essa idade que tanto Ayrton Senna como Michael Schumacher começaram no karting. Encare a arte marcial como um percurso e uma viagem ao longo da vida, e não como uma meta a atingir no médio prazo.